A Bela e a Fera (2017) - Crítica

"Moradora de uma pequena aldeia francesa, Bela (Emma Watson) tem o pai capturado pela Fera (Dan Stevens) e decide entregar sua vida ao estranho ser em troca da liberdade dele. No castelo, ela conhece objetos mágicos e descobre que a Fera é, na verdade, um príncipe que precisa de amor para voltar à forma humana."

Como pode-se notar já pela sinopse, esse filme é praticamente um remake da clássica animação de 1991. Não só a história se parece, como também o visual, inclusive há cenas praticamente idênticas a animação.

Não há muito o que falar da história já que é a mesma, inclusive as músicas também são as mesmas, com exceção de algumas inéditas. Mas há algumas atualizações, há um cuidado em retratar melhor a época em que se passa o filme. É possível notar algumas diferenças na própria Bela. Ela é inventora juntamente com seu pai, também é legal notar que não há uso de espartilho deixando aquela cintura apertadíssima, como na maioria dos filmes de princesa. Também é importante ressaltar que esse filme é bem mais completo que a animação, dando mais detalhes de alguns assuntos como a respeito da mãe de Bela.


Porém mesmo com essas mudanças é meio decepcionante que não tenham inovado em nada, assim como aconteceu com Cinderela de 2015, que é um filme bem do tipo "ok", mas que não acrescenta nada e é até meio esquecível. Mas sim, Bela e a Fera é superior a Cinderela, até mesmo porque a proposta de ser uma versão live-action da animação sempre esteve clara.

O filme é dirigido pelo Bill Condon, ele já dirigiu os dois últimos filmes da saga Crepúsculo, mas não é um diretor ruim, ele tem uma direção muito cuidadosa, mas não é uma direção que se destaca. E em a Bela e a Fera, acho que ele fez um trabalho muito bom nas cenas musicais, que apesar de não evocarem a mesma magia da animação, são muito bem dirigidas. Ele se perde um pouco ao dirigir cenas que exigem muita ação, elas são pouco empolgantes e algumas parecem passar muito rápido.


E agora falando do elenco: Temos Emma Watson no papel de Bela, e eu estava muito ansioso pra ver como ela se sairia, especialmente nas cenas que exigissem que ela cantasse, mas ela está muito bem no papel, seja cantando ou atuando, não é uma super atuação, mas ela faz o trabalho dela com êxito.

Dan Stevens está no papel da Fera, e ele faz um bom trabalho, mas o fato de passar a maior parte do tempo como a Fera torna difícil falar sobre sua atuação, já que está coberta com maquiagem e CGI, mas já já falo melhor desse CGI.

Luke Evans está perfeito como Gaston, é incrível como ele ficou tão parecido com o personagem, não só fisicamente, mas a personalidade também convence. E temos Josh Gad como Lefou, que rouba a atenção em várias cenas, ele é muito engraçado, o número musical envolvendo o mesmo também é um dos melhores do filme.

Houve toda uma polêmica em o filme tratar o personagem como abertamente gay, inclusive alguns países não exibirão ou exibirão com classificação indicativa mais alta, é uma polêmica absolutamente desnecessária, quem prestou bastante atenção na animação (a não ser quem viu quando criança) sabe que o Lefou obviamente sempre foi gay. O elenco ainda conta com outros nomes de peso como Emma Thompson, Ian McKellen, Ewan McGregor dando vida aos objetos do castelo, todos ótimos.


Agora sim, preciso falar do que mais me incomodou nesse filme: o CGI. Eu não estava esperando efeitos super elaborados perfeitos, porém de um estúdio que recentemente levou o Oscar de melhores efeitos visuais por Mogli, era de se esperar algo melhor. O problema já começa na Fera que tentaram fazer uma maquiagem mas que não teve bom resultado e aí complementaram com CGI, e o resultado é uma Fera meio sem expressão, e algumas cenas toscas, o momento da dança por exemplo se reparar bem é possível notar que a mão de Bela não se encaixa certinho com a mão da Fera, tem um outro momento em que a Fera molha o rosto, porém só os cabelos em volta ficam molhados, não é absolutamente ruim, mas poderiam ter feito algo muito melhor.


Outra coisa que acaba incomodando são os objetos, o melhor deles é o Lumière, e mesmo ele tem umas cenas meio malfeitas. Mas o que mais me incomodou foi o bule e a xícara (Srta. Potts e seu filho), que no desenho possuem algo mais próximo de um rosto mas sendo um objeto. Enquanto aqui nesse filme é mais um simples desenho na louça, eu sei que talvez tenha sido a melhor ideia que tiveram, mas comparando a capacidade que os estúdios Disney têm, achei preguiçoso.

Eu gostei bastante da trilha sonora, todas as músicas são muito boas, e também adorei a regravação da clássica Beauty and the Beast na voz de Ariana Grande e John Legend.

A Bela e a Fera é um bom filme, mas que acaba sendo uma oportunidade perdida de fazer algo diferente, e pelo que o estúdio já fez poderia ter sido uma produção melhor, mas isso não desqualifica o filme, nem faz com que deixe de ser emocionante, memorável e encantador.



Gustavo Matheus

6 comentários:

  1. Sou leiga pra falar de qualquer filme de princesas da Disney, pois cresci sendo embalada pelas canções e pelas falas que ainda sei de trás pra frente de todos os filmes rs.
    A Bela e a Fera é um clássico lindo, mas ainda não tive tempo de ir ao cinema. Isso é uma pena né? Já vi críticas positivas e negativas tb, nunca um filme agrada todo mundo.
    Adorei sua impressão, e pelas fotos os efeitos especiais parecem ser feitos num porão de péssima categoria, realmente nesse aspecto deixou a desejar.
    A Sra. Potts e o filho pra mim foi decepcionante, triste demais ver algum dos personagens principais tão mal feitos.
    Amo o ator Luke Evans, acompanho todos os filmes que ele já fez. Ele como Gaston eu preciso ver rs.
    Obrigada pela visita no Blog As Meninas Que Lêem Livros.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Oie

    A Bela e a Fera é um clássico mesmo e eu estou doida pra ver o filme. Pena que ainda não deu.
    Já vi algumas críticas, então já estou meio por dentro. Uma pena isso dos efeitos especiais. Um filme que poderia ser muito melhor trabalhado nesse aspecto. Pena mesmo.
    Gostei do post, da sinceridade e espero poder conferir em breve.

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não assisti ao filme e vendo você comentar, principalmente do CGI do filme, fiquei com um pouco de receio, pois tenho um sério problema com isso. Espero não me incomodar tanto por isso, pois essa é a história que mais amo da Disney! <3

    ResponderExcluir
  4. Nossa, gostei demais da qualidade dessa resenha resenha. Muito bem feita.

    Pena que não pude ver o filme, o jeito é aguardar sair em dvd. Haja controle de ansiedade, hehe!

    ResponderExcluir
  5. Amei este filme!
    Visite meu blog - www.blogentrelinhas.com
    Abç

    ResponderExcluir
  6. Eu amei o filme, desde o fato de ser a mesma história (afinal era de se esperar que eles não mexessem muito pois era só um LA) e também os personagens.
    Eu gostei muito do recurso que usaram nos serviçais do castelo, com uma carinha mais realista, achei que ficou bem inovador.

    ResponderExcluir