Resenha: Os Pássaros - Frank Baker


Sabe aquele tipo de livro que você pega e já sabe o que vai acontecer ?
Esse definitivamente não é um deles ...

Imagine Londres em 1935, a vida segue seu curso e todos estão perdidos em suas rotinas até que surge do nada eles, os pássaros, e partir desse dia nada será como antes.

(...) o sol estava parcialmente obscurecido, como se estivesse acontecendo um eclipse. Ouvi gritos e uma involuntária e rápida agitação. Não eram nuvens que pairavam sobre as ruas e obscureciam o sol. Era um grande bando de pequenos pássaros(...)”

Escrito por Frank Baker e publicado pela primeira vez em Londres, 1936 vendeu por volta de somente 300 exemplares, até que foi republicado em 1964 devido a popularidade em torno do filme de Alfred Hitchcok, que apesar de possuir semelhanças e algumas cenas quase idênticas não foi baseado na obra de Baker, segundo o cineasta, e sim em outro conto de mesmo nome cujo tema era pássaros atacando pessoas, tendo o próprio Baker escrito para a produção pedindo reconhecimento e nada tendo ganhado.

Para as pessoas que possam estar pensando em evitar ler este livro por medo, por não gostar de terror e coisas do gênero, eu aconselho, leiam tranquilamente sem nenhuma ressalva, esse livro vem nos contar muito mais do que apenas a historia dos pássaros, na verdade ele vem muito mais pra contar a historia do lado feio do ser humano que todos possuímos e os pássaros são somente uma analogia a isso, então leiam sem medo e apreciem porque acima de tudo esse é o tipo de livro que te faz  refletir sobre o mundo e as pessoas que te cercam.

Outra coisa que é impossível não se impressionar é que apesar da historia ter sido escrita em 1936, o  autor parecia prever a catástrofe que os aguardava em 1939 com o inicio da segunda guerra e tudo aquilo que aconteceu durante ela, confirmando sua visão de que todo homem tem em sí o potencial para o mau e  ou ele enfrenta seu demônio ou é consumido por ele.


Começamos a historia conhecendo Anna, ela nos conta que seu pai sempre a dizia que  “ antes da chegada dos pássaros” e ela nunca entendeu muito bem isso, ficamos sabendo então que após a morte de sua mãe e com seu irmão já tendo seguido sua vida, Anna na companhia de seus três filhos voltou para a casa do pai que adoecera para cuidar dele e ele começa a narrar a história de sua vida de como tudo era antes.

Ele narra primeiro uma viagem feita alguns anos atrás na vida dele em que ele se depara com os destroços de como tudo era e relembra como eram belas as cúpulas das igrejas e outras coisas também, nos inserindo durante a leitura a imaginar detalhadamente a beleza, mas nem tudo é belo e sua narrativa sobre como tudo chegou naquele ponto continua.

Durante essa viagem na memória do personagem principal narrada por ele para a filha, chegamos ao dia em que finalmente os pássaros vieram e que a principio ninguém ligou, mesmo acontecendo coisas estranhas a vida continuou por semanas como sempre havia sido. Com o decorrer da trama conhecemos detalhadamente os sentimentos e pensamentos do pai de Anna, seu emprego, sua família e claro sobre sua preocupação com os pássaros apesar de ninguém mais ligar. 

Com o passar do tempo a presença dos pássaros gera nas pessoas um medo anormal, como se os pássaros fossem espíritos ou a personificação daquilo que você guarda no fundo da alma e não deseja que ninguém veja, nisso aparecem personagens de suma importância na trama como Olga, de quem não posso revelar muito sem dar spoilers, ou então a mãe do nosso personagem central que conhecemos melhor nesse ponto.

E quando um momento de calmaria se instala em Londres após todo o caos que já havia acontecido e todos pensam que acabou eis que vem a tempestade e com ela descobrimos o que aconteceu com Londres e o que fizeram os pássaros pra se tornarem tão memoráveis assim.

Como já havia dito a história nos faz  refletir através das reflexões do personagem central, o livro nos situa também sobre o autor e sua vida, o que nos dá mais segurança a tentar entender o que ele queria que o livro nos passasse. 


É uma história que te prende do inicio ao fim e te faz a cada pagina ansiar pela próxima, confesso ter estranhado a ausência de capítulos regulares, sendo essa uma história divida em três partes apenas, porém você consegue ler mantendo um ritmo envolvente e de conter lindas imagens como algumas que ilustram esse texto em partes especificas do livro, o que te dá um tempinho pra pausar a leitura e voltar depois sem problema nenhum, outra coisa que me chamou a atenção foi a contracapa desse livro que além de linda nos dá uma situada do que o livro se trata.

20 comentários:

  1. Olá tudo bem
    Livros da editora dark sempre me deixam com vontade de ler por causa desta edição linda.
    E o mais interessante é que pela sinopse eu espera um terror\suspense mas agora com sua resenha vejo que o livro abrange outros assuntos.
    Querendo pra agora esse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também peguei ele esperando um terror maior, até pq eu tinha a mente mt presa no filme do Hitchcock, mais foi uma bela surpresa, ele é envolvente de mais vc se sente dentro da história, claro que cada um tem sua própria experiência c todo livro mais compensa viu, ficou como um dos meu favoritos e acho que vc vai gostar ^^

      Excluir
  2. Só pela capa desse livro eu já fiquei com vontade de lê-lo. Que arte linda, tanto na capa quanto dentro do livro! A história parece ser bem interessante e tem aquele terror clássico que tanto amo! Se o filme do Hitchkock é semelhante ao livro, com toda certeza ele deve ser bom. Já coloquei nos meus desejados.

    Beijokas
    Thaisa Lima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thaisa é lindo por dentro e por fora e tem o corte preto *-* fiquei apaixonada assim que vi ele, e a história nossa nem o que comentar, tive que favoritar ele ^^ leia lá e volta pra contar o que achou ... Bjim ;*

      Excluir
  3. Olá,
    Confesso que desde o lançamento fiquei muito curiosa para fazer a leitura e descobrir o motivo pelo qual os pássaros aparecem.
    Confesso que sempre achei que se tratava de terror e ficava com o pé atrás, mas saber que trata mais do lado feio do ser humano não sei se me alegra ou me entristece.

    LEITURA DESCONTROLADA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é aquele tipo de livro que não vai te entristecer sabe ele vai te fazer refletir, por muitas vezes aquilo que a gente guarda se torna "os nossos pássaros " e ou a gnt enfrenta os medos as tristezas os pensamentos negativos ou eles no consomem de um jeito ou de outro e no livro tem mesmo os pássaros mais não eh nenhum terrorzão não, eu filosofo mt desculpa kkkk leia que vale a pena Michele e volta aqui pra conta que achou ;*

      Excluir
  4. Oi Prihh fiquei curiosa vou começar a ler este livro..a capa e linda e pareçe ser uma boa leitura...

    ResponderExcluir
  5. Você leu meus pensamentos, já tava pensando em correr hahaha. Mas se é tranquilo, e voltado mais pra anologia e reflexões, já gostei.
    Além do mais, fica difícil resistir a esse trabalho gráfico.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele lindo realmente e é bem profundo sabe te faz refletir não é aquele terror tipo outros títulos da Dark como Hellraiser, acho até que ele entraria mais na coleção Darklove só não deve ter entrado por ter sido divulgado como inspiração do filme do Hitchcock

      Excluir
  6. Da parte gráfica do livro, não tem nem o que falar, está linda! O enredo é que não me convenceu muito a ponto de sair correndo para ler, mas não é uma leitura que eu descarte totalmente. Achei interessante você falar sobre a ausência de capítulos regulares. Dependendo da forma como é narrado o livro, isso acaba atrapalhando. Espero que não seja o caso quando e se eu for ler.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é divido em três partes, mais assim chega num ponto da história por exemplo que seria um fim de capitulo normal ele tem uma arte no meio, ai vc consegue ir pausando sem se perder, mais essa divisão é legal pq te mostra como realmente aquilo teria acontecido na vida do personagem e ele te contando... eu li e 2 dias e fiquei apaixonada, se chegar a ler me conta depois o que achou ^^

      Excluir
  7. Oi, Priih
    Eu confesso que parecia ser mais aterrorizante esse livro, mas gostei de saber que não é bem assim. Gostei da trama. Uma pena que os capítulos não sejam tao bem divididos, não gosto muito de livros assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leticia dá pra ler de boa mesmo sem os capítulos como a gente ta acostumada sabe, ele tem umas artes que divide a historia dai da pra pausa como se fossem capítulos normais, vale a experiencia tenta ler ele e me conta depois o que achou adoro saber mais das pessoas ^^

      Excluir
  8. Priih parabéns pela leitura e pelo texto bem escrito e que consegue prender a atenção do leitor. Depois que a editora DarkSide relançou esse livro tenho visto ele com grande frequência nas redes sociais e blogs e estou amando ver um clássico sendo apreciado pelos jovens. Ainda não li mas quem sabe um dia.
    Com certeza essa reflexão sobre o bem e o mal dentro de cada ser humano é válida, principalmente com a nossa realidade atual onde o foco está na maldade, na divulgação de notícias falsas etc. Assim precisamos diariamente nos blindar e nos fortalecer para não nos deixar guiar pelos nossos defeitos e impulsividades.
    Amei ler seu texto. Beijos e obrigada pela dica de leitura!!!

    Leituras, vida e paixões!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada Aline *-* ...
      Sabe quando eu peguei esse livro eu imaginava ele diferente mais a mensagem que ele passa é tão forte e tão importante e como vc disse a gente precisa entende que nossas ações também são as nossas consequências, e o mundo agradeceria um pouco mais de empatia e quando os livros te levam nesse caminho a gente tem mais é que incentivar a leitura, e pra quem quer terror de tomar susto tem tanto livro legal também né a gente tem q dar chance a todos ^^ ... se ler ele me conta depois eu adoro conversar de livros Bjim ;*

      Excluir
  9. Juro que imaginava ser do filme de Hitchcock.
    Tenho o livro e está na minha lista de leitura do meu desafio literário, mas ainda não chegou o momento.
    Em breve lerei.
    Gostei bastante da sua resenha.
    Fiquei mais ansiosa para iniciar a leitura.
    Fora que a Darkside sempre arrebenta com capa, diagramação e adjacências!

    beijinhos!

    Ana
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tbm pensei quando lançou que teria mais a ver com o filme, apesar do filme usar referencias é bem diferente e me conquistou demais ... me conta quando ler bjim ^^

      Excluir
  10. Olá!
    Eu ainda não li esse livro mas estou bem curiosa para conferir principalmente porque vi várias pessoas falando super bem. Achei bem interessante o autor "prever" o que iria acontecer três anos antes, confirmando a sua teoria.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, o livro é perfeito e quanto ao Baker eu imagino que ele deveria ser uma pessoa muito interessante, pra se dizer o minimo, a gente lê a historia dele e imagina o que ele vivia e vê em nós mesmos a dualidade do ser humano eu fiquei apaixonada nesse livro ^^ bjos e ah me conta depois se ler ele

      Excluir