• Início
  • Resenhas
  • Críticas
  • Autores Parceiros
  • Vídeos
  • Contato
  • Primeiras Impressões: Inumanos

    Olá! Eu geralmente só faço análise das séries no final de cada temporada. Mas Inumanos é uma série que eu particularmente tinha muita curiosidade de como seria e muita gente ainda tem receio de ver e outros já estão decepcionados com o resultado final da série.

    Pra quem não sabe os inumanos são um grupo de personagens pertencentes a Marvel, são um pouco semelhantes aos mutantes de X-Men, cada um do grupo tem um poder diferente proveniente de um gene alienígena que é ativado quando os mesmos são expostos a uma névoa terrígena. A mitologia desses personagens já foi introduzida no universo cinematográfico Marvel através da série "Agents Of Shield", mas sem incluir os famosos personagens dos quadrinhos.

    Em 2014 tinha sido anunciado um filme protagonizado pelos personagens, que seria lançado em 2018, porém no ano passado houve a notícia de que o filme havia sido cancelado e retirado do cronograma da Marvel no cinema. Não muito tempo depois, a série foi anunciada como sendo uma parceria da emissora "ABC" e do "IMAX". O anúncio ainda dizia que a série seria toda filmada em IMAX e que os dois primeiros episódios seriam exibidos em salas de cinema e duas semanas depois a série faria sua estréia na TV.

    Crítica: Gaga - Five Foot Two

    "Lady Gaga fora dos palcos, por trás da cortina. Os altos e baixos na vida pessoal, as lutas com os relacionamentos, os problemas de saúde e, o principal, a diferença da vida como uma estrela da vida como uma mulher cotidiana."

    Olá! Já faz um tempo que não posto nada haha, desculpem-me. Hoje resolvi escrever sobre o novo documentário da Netflix, que trás alguns bastidores da carreira de Lady Gaga dando enfoque na produção de seu último álbum "Joanne", e também na realização do show do intervalo do Superbowl.

    Eu não estou muito acostumado a escrever sobre documentários e nem sei os exatos critérios usados para analisar e avaliar esse tipo de obra audiovisual. Porém o documentário mesmo que talvez não sendo considerado uma super obra de arte, ele traz alguns assuntos interessantes e acabou me inspirando a escrever sobre.

    A maioria dos documentários que já assisti foram brasileiros, e nenhum sobre biografia. Acredito que o mais semelhante a este que assisti seja o da cantora Beyoncé "Beyoncé: Life Is But A Dream". A principal diferença desse para o de Beyoncé é que a maioria das coisas mostradas nesse são coisas realmente inéditas, enquanto no de Beyoncé a maioria das informações já eram coisas ditas em portais de notícias.

    Resenha: Como Se Casar Com Um Marquês

    Elizabeth Hotchkiss precisa se casar com um homem rico, e bem rápido. Com três irmãos mais novos para sustentar, ela sabe que não lhe resta outra alternativa.
    Então, quando encontra o livro Como se casar com um marquês na biblioteca de lady Danbury, para quem trabalha como dama de companhia, ela não pensa duas vezes: coloca o exemplar na bolsa e leva para casa.
    Incentivada por uma das irmãs, Elizabeth decide encontrar um homem qualquer para praticar as técnicas ensinadas no pequeno manual.
    É quando surge James Siddons, marquês de Riverdale e sobrinho de lady Danbury, que o convocou para salvá-la de um chantagista. Para realizar a investigação, ele finge ser outra pessoa. E o primeiro nome na sua lista de suspeitos é justamente... Elizabeth Hotchkiss.
    Intrigado pela atraente jovem com o curioso livrinho de regras, James galantemente se oferece para ajudá-la a conseguir um marido, deixando-a praticar as técnicas com ele. Afinal, quanto mais tempo passar na companhia de Elizabeth, mais perto estará de descobrir se ela é culpada.
    Mas quando o treinamento se torna perfeito demais, James decide que só há uma regra que vale a pena seguir: que Elizabeth se case com seu marquês.

    Eu estou apaixonada por essa duologia da Julia Quinn, eu confesso que não esperava me apegar tanto aos romances de época, mas aconteceu e tem sido maravilhoso.

    "Como se casar com um marquês" conta a historia de Elizabeth Hotichkiss, uma jovem que desde os 18 anos cuida de seus três irmãos mais novos: Susan, Jane e Lucas. Apesar de ter muito amor no lar, eles estão passando dificuldades financeiras pois seus pais não deixaram nada quando morreram e essa situação a levar a pegar emprestado um livro na casa em que trabalha como dama de companhia, cujo o titulo é "Como se casar com um marquês". Com a situação indo de mal a pior em sua casa, ela juntamente com a ajuda de Susan, decidem colocar esse plano em pratica e fisgar um marido rico para Elizabeth, mas antes ela tem que treinar primeiro e quem melhor do que o novo administrador da fazenda onde ela trabalha? James Siddons ou como é conhecido no livro anterior: James Sidwell, marque de Riverdale.

    Mas o que Elizabeth não sabe é que James é sobrinho Lady Danbury, patroa de Liz e que o mesmo está atras da pessoa que está chantageando sua tia e sua principal suspeita é justamente a Srta. Hotchikiss.

    "O único caminho para a riqueza era o casamento, e aquele livrinho atrevido alegava ter todas as respostas."

    Resenha: Escola dos Mortos

    Lara Valente irá morrer. Mas sua história não termina por aqui. Pelo contrário: é aí que ela começa.
    A jovem carioca será enviada para um misterioso internato na Inglaterra. Mas o lugar esconde um segredo. Lara se deparará com vozes de gente morta gravadas, assassinatos misteriosos no colégio, meninas mortas que ainda moram nos quartos, e um despertar assustador num caixão.
    Tudo isso vai leva-la a descobrir que, por trás da fachada da Escola dos Sotrom, existe uma Escola muito mais perigosa, cheia de segredos, pactos e mortes.
    Nessa Escola repleta de ocultismo, Lara será assassinada. Mas sua história não terminou. Ela acordará em em mundo paralelo, em universo glamouroso onde vive a nata dos melhores, escolhidos à dedo pela Morte.Adolescentes mimadas, carros luxuosos, segredos escandalosos, campeonatos, corridas e caçadas.
    Lara irá se apaixonar por um homem perigoso. Luka Ivanovick, com seus olhos negros, hostis e arrogantes - repletos de ocultismo e falta de respostas. Através dele, Lara descobrirá a cruel história por trás de sua morte.

    Quando eu recebi esse livro em parceria com a autora Karine Vidal eu já tinha minhas expectativas bem altas, afinal a sinopse do livro prometia uma historia original e de tirar o folego, e posso dizer que nessas 749 paginas eu não me desapontei ou cansei em nenhum momento. 

    Em " Escola dos Mortos" conhecemos Lara Valente, uma carioca que adora surfar, é brincalhona e não tem papas na língua. Ela mora em um pequeno apartamento junto com a sua mãe e sua irmã, e apesar de levar uma vida simples, ela é repleta de amor e carinho, porém, em uma certa noite elas recebem a visita do advogado de seu avô, um homem que ela nunca tinha conhecido, afinal seu pai os abandonara quando ela era criança, e o advogado de aparência sombria anunciava que elas tinham herdado uma fortuna. Contudo, para elas tomarem posse do dinheiro, a neta mais velha, que no caso é a Lara, tinha que estudar por um ano em um colégio interno na Inglaterra, e bastante tentada pelo dinheiro e também pensando em como isso ajudaria sua família ela decide aceitar a condição e embarca rumo a Inglaterra.

    "Luka Ivanovick não era o herói dessa historia: era o vilão. Ele era perigoso e tinha cheiro de problema. E o pior é que é disso que eu gosto."

    Resenha: Como Agarrar Uma Herdeira

    Quando Caroline Trent é sequestrada por engano por Blake Ravenscroft, não faz o menor esforço para se libertar das garras do agente perigosamente sedutor. Afinal, está mesmo querendo escapar do casamento forçado com um homem que só se interessa pela fortuna que ela herdou.
    Blake a confundiu com a famosa espiã espanhola Carlotta De Leon, e Caroline não vai se preocupar em esclarecer nada até completar 21 anos, dali a seis semanas, quando passará a controlar a própria herança milionária. Enquanto isso, é muito mais conveniente ficar escondida ao lado desse sequestrador misterioso.
    A missão de Blake era levar “Carlotta” à justiça, e não se apaixonar por ela. Depois de anos de intriga e espionagem a serviço da Coroa, o coração dele ficou frio e insensível, mas essa prisioneira se prova uma verdadeira tentação, que o desarma completamente.


    Eu confesso que até pouco tempo atrás eu não me dava muito bem com romances de época, sempre tinha em mente que não iria gostar e acabava não gostando, mas de uns tempos para cá resolvi abrir a minha mente e acreditar que iria gostar do livro, e não é que funcionou?