Entrevista: Kate Willians

Olá pessoal, tudo bem?
Já faz um tempinho que eu não apareço aqui com um post desse, não é? Confesso que estava morrendo de saudades de poder apresentar a vocês mais um desses autores incríveis. Então, sem mais delongas, lhes apresento Kate Willians.




1- Se apresente, fale um pouco sobre você.

Olá meu nome é Kate Willians sou escritora, tenho 21 anos e três obras publicadas: Distopia, A fada madrinha e Hunter - O Caçador de monstros. Gosto de me aventurar pelos mais diversos gêneros literários ao escrever, portanto meus livros, apesar de terem o cunho fantasioso sempre transmitem diferentes mensagens aos meus leitores. Escrever é a minha vida, literalmente, já que foi a escrita que me curou da depressão aos 15 anos de idade. 


2- Nos conte sobre seus livros. Como a historia deles surgiram?

 Distopia surgiu para participar de um concurso em agosto de 2015. Escrevi o livro em um mês após me dar conta do prazo para o prêmio Bang da Literatura, criado pela editora Saída de emergência, de Portugal. A fada madrinha surgiu após uma inspiração repentina e o desejo de escrever e recriar um conto de fadas moderno que seria também o meu primeiro chick lit e Hunter, o meu mais novo projeto foi criado após uma importante reflexão que fiz dos heróis e vilões da literatura. 


3-Qual seu gênero literário favorito? E qual menos gosta?

Gosto muito de fantasia apesar de não querer me prender a gênero algum em minha carreira. Gosto do desafio e do conhecimento que a mudança de gêneros literários me traz. Acredito que não tenha um que eu goste menos, por mais que não me sintamuito confortável ao ler e escrever dramas. 


4-Tem algum autor(a) favorito?

Minha autora favorita é a Colleen Houck, escritora responsável pela série a maldição do Tigre. Mas também gosto da Carina Rissi, Carolina Munhoz e Raphael Draccon.


5- Você foi uma criança que gostava de ler? Teve incentivo?

Sim sempre gostei de ler. Quando criança era muito incentivada a ler histórias em quadrinhos e por esse motivo aprendi a ler muito cedo e me apaixonei também pelas histórias. Nunca deixei de ler ainda agora que tenho que me ocupar com diversos afazeres, sempre encontro um tempinho para atualizar a lista de leituras. 


6- O que gosta de fazer no seu tempo livre?

Amo ler, assistir seriados como Gossip Girl, Super Girl, Scream, Stranger Thing e também gosto de passar um tempo com a minha família, meu boy e meu cachorrinho. São as coisas mais importantes para a sobrevivência de um escritor. Assim ele sempre terá novas histórias para contar.


7- Se pudesse escolher qualquer pessoa para almoçar com você, qual escolheria?

Com toda certeza escolheria J. K Rowling. Ela é um mito da literatura e seria muito emocionante e gratificante poder encontrá-la e tirar diversas dúvidas sobre sua carreira. 


8- Para qual lugar você gostaria de viajar?

Meu sonho é conhecer São Francisco na Califórnia. Um dia ainda irei realizar-lo e atravessarei a ponte Golden Gate de bicicleta, apesar de ainda não saber andar, haha haha. 


9- O que te inspira? Tem algum horário preferido para escrever?

Às vezes tudo é capaz de me inspirar; chuva, pessoas, falas, fatos... As vezes é mais difícil. Costumo dizer que inspiração não tem hora e nem lugar. Vem quando quer e vai quando mais precisamos haha.


10- Tem algum projeto em andamento?

 Estou escrevendo a continuação de Distopia, trabalhando em um conto de terror e também escrevendo um romance. 


11- Deixe um recado para seus leitores. 

Em primeiro lugar gostaria de agradecer o espaço no seu blog, agradecer pela entrevista e também a todos os leitores que acompanham meu trabalho e torcem por mim. Vocês são a grande razão por trás da minha persistência e é por vocês que continuarei a deixar que as palavras falem por mim. Obrigada!




Em uma sociedade governada por militantes, com um sistema incorruptível, as crianças são isoladas no regimento militar aos sete anos de idade e treinadas para serem soldados. Lá, eles aprendem da forma mais cruel a atirar e a matar, perdendo muito cedo a sua inocência. Depois da Grande Guerra, o mundo passou a ser dividido entre governantes e governados e cada um tem as suas dores, suas mágoas e limitações. E o que nos resta saber é: de qual lado você está? Porque no final das contas, não estamos vestidos para lutar... Assim como nunca estaremos vestidos para morrer...






Uma princesa mal humorada. Um príncipe nada encantado e uma fada para lá de atrapalhada.
Isso vai terminar em casamento ou em uma grande confusão?
O sonho da fada Emily sempre foi ser responsável por um “Felizes para Sempre” e ela está disposta a tudo para realizar seu sonho.
A princesa Cate nunca quis o seu “Felizes para Sempre”, mas não está nada conformada com seu destino.
Harry não está nem aí para o “Felizes para Sempre”, só quer se livrar da chata da Cate.
Quando todos precisam trabalhar juntos para restaurar a ordem no mundo das fadas, o que era importante torna-se insignificante e grandes verdades são reveladas. Tudo com muito humor e diversão.




Não existem heróis, tampouco vilões.
Por trás de atos raivosos e atrocidades tenebrosas, há sempre uma verdade triste. Ninguém consegue mascarar a maldade que há dentro de si, por muito tempo. Hunter, O caçador de monstros, conta a história de Nicholas Blanco - um adolescente comum, com objetivos comuns e aparência mais comum ainda - que se depara com uma verdade surpreendente sobre seu passado e a confirmação que pode ser e fazer muito mais do que o que sempre imaginou para o seu futuro. Conta também a história de Ramon Blake, um jovem caçador no passado, que teve o amor de sua vida brutalmente arrancado de si e se deixou dominar pela dor e pelo ódio. Essa é uma história sobre caçadores que descobrem ser tão ou mais horríveis que as próprias criaturas que caçam.




Espero que tenham gostado da entrevista, pois eu adorei! A Kate é muito querida por todos aqui do blog e desejamos que ela tenha muito sucesso :)

Para quem tem curiosidade a respeito do Hunter, tem resenha dele aqui no blog, então não deixem de dar uma passadinha lá..

Espero que tenham gostado.
Um grande abraço e até a próxima.

4 comentários:

  1. Oie! Conhecia os livros da autora, mas não ela! Adorei a entrevista vou procurar os livros dela para ler!
    Bjss, comenta por favor nesse post ajudaria muito: http://resenhasteen.blogspot.com.br/2016/09/projeto-poetas-urbanos-naan-angel.html

    ResponderExcluir
  2. Amei conhecer a Kate <3


    Tem promoção ativa no meu cantinho, será sorteado 14 livros + 1 kit de mimos para 6 vencedores. Vem participar!

    http://cantiinhodamarii.blogspot.com.br/2016/09/promocao-independencia-e-livros.html

    ResponderExcluir
  3. Oiee ^^
    haha' eu também não sei andar de bicicleta *-* minha tia até que tentou me ensinar uma vez, mas não deu muito certo. Dos livros da Kate, eu só li (até agora) "Distopia" e gostei MUITO. Estou curiosa para ler os outros dois. Estou curiosa para ler a continuação de "Distopia", e nem consigo imaginar o que vai acontecer por lá.
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  4. Oi Gio,
    Muito legal a entrevista. Parabéns pela iniciativa. Não conhecia a autora, mas adoro conhecer novos autores, principalmente os nacionais.
    beijos

    ResponderExcluir