Resenha: Clube da Meia Noite


Archild, Bigelow, Connoly, Stablish, Goldberg e Monroe. Para alguns, não passam de sobrenomes comuns, mas, para a população de Sherwood, esses nomes são sinônimos de realeza. E ninguém mexe com a realeza, certo? Tudo mudou em 1989, quando um assassino escreveu seu nome na história da cidade.
David passou a vida inteira tentando entender o que fez com que seu pai se tornasse um assassino, se perguntando se ele também tinha aquele pequeno curto circuito escondido em algum lugar de seu cérebro. As coisas seriam mais fáceis se ele não tivesse crescido vendo aquele medo refletido nos olhos de todos a sua volta. Não era de se admirar que ele tenha procurado refúgio em outro continente. Mas agora era hora de voltar para onde tudo havia começado...
Aos 17 anos, Annie está tentando descobrir quem ela é, o que é realmente importante em sua vida. Disputas por garotos, campeonatos de natação, picuinhas e bolsas de estudo, era o que ela julgava como suas únicas opções. Mas o cenário muda de figura quando David cruza o seu caminho.
Acidentes estranhos, amigos inusitados, clubes sombrios e desaparecimentos suspeitos vão acompanhar David e Annie em sua jornada de autodescobrimento.

Eu estou em uma fase em que as leituras estão fluindo bem devagar, principalmente pela falta de tempo. Então resolvi pegar um livro do meu gênero favorito, e posso afirmar que não me arrependi.

No passado Sherwood foi palco de muitas mortes, as pessoas tinham medo de sair nas ruas, especialmente as garotas, depois de muitos desaparecimentos, a policia acusou e prendeu Phillip Goldstein. Depois de muitos anos, o filho de Phillip está de volta a cidade que tanto o mal tratou. Em paralelo temos Annie, uma garota de dezessete anos que está vivenciando as experiencias e os problemas típicos dessa idade. O caminho dos dois vai acabar se cruzando e uma chama vai se acender.

Eu optei por não falar muito da historia, pois apesar de termos um fundo romântico, o livro também envolve uma investigação.  Apesar de ser grandinho, a leitura do livro flui muito bem e em momento algum ela ficou lenta.

" O amor só serve para machucar , te dar esperanças de que algo muito bom está por vir só para que você assista tudo desmoronar na sua frente depois."

No livro temos uma variedade grande de personagens, assim a historia fica movimentada, mas sem ficar cansativa.

Annie é uma garota do colegial que vive uma vida tranquila com seu pai e seu irmão, e estuda em um colégio muito renomado, juntamente com seus melhores amigos. Ela é uma menina meiga e muito bonita, e que preza muito sua família e amizades. Quando um acontecimento tira uma pessoa que ela ama, podemos ver que ela se torna ainda mais forte, e também percebemos que ela corre atrás do que quer.

David apesar da pouca idade, já passou por muita coisa em sua vida. Filho de um assassino, ele é temido na cidade em que nasceu, mesmo sem fazer nada. Ele passou boa parte da sua vida no exterior, mas por causa do seu avô que está com problemas de saúde ele volta, e parece que o passado volta com ele.

Nós temos ótimos personagens secundários, mas eles não foram tão bem explorados quanto eu gostaria. Eu tive muita afinidade com o irmão da Annie, podemos ver que ele é um rapaz bem humorado e que ama a irmã.

" Ela estava me preparando para enfrentar o mundo em que o povo toma a justiça com as próprias mãos, e inocentes podem perecer diante de uma simples justificativa: é em honra a morte de nossas meninas. As pessoas precisam dessas respostas para calar a culpa de rechaçar uma criança. A falsa moral é o escudo dos hipócritas."

A leitura do livro foi bem fluida, eu gostei muito da narrativa da autora, ela escreveu um romance policial que nós faz devorar o livro. Eu adorei o modo como ela introduziu os personagens e os fatos, parecia que eu estava realmente dentro de historia, pois eu estava muito envolvida. E que final foi aquele? eu quase perdi o folego rsrs.

A diagramação do livro está bem simples mas muito bonita, porém acredito que a capa não condiz muito com a historia, ela passa a ideia do livro, mas não a sua essência. Eu também encontrei alguns erros de pontuação, mas não é nada que atrapalhe muito a leitura.

"O Clube da Meia Noite" é um romance policial que me conquistou e que conseguiu me tirar da minha ressaca literária, e é um livro que eu recomendo para todos os leitores.


     Editora: Chiado || Autora: Marianna Leão || Páginas: 562 || Onde Comprar || Skoob



21 comentários:

  1. Oi Gi, não conhecia esse livro, mas me surpreendi por conta da sinopse. Me encanto por vários livros que a Chiado vem lançando e esse entrou na minha lista de desejados. Esse também é um dos meus gêneros favoritos, por isso o interesse.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda não conhecia o livro e já fiquei mega curiosa com ele. Mesmo você não tendo falado muito sobre a história, eu consegui enxergar que a trama é maravilhosa e pelo que você falou, das suas impressões, o livro é bem do jeitinho que eu gosto mesmo e acho que vou gostar bastante se o ler. eu não tenho problema nenhum com livros grandes, mas ultimamente estou fugindo deles. Só que quando me aparece um livro volumoso mas com essa premissa irresistível, não consigo me controlar e ele já entra na minha lista.

    ResponderExcluir
  3. Romance policial é um gênero que leio pouco, mas quando um enredo desperta meu interesse, logo anoto a dica.
    O que mais chamou minha atenção na resenha foi o fato da narrativa ser envolvente. A única coisa que não me agradou foi o fato ter muitos personagens.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  4. Oi Gi, não conhecia o livro e adorei saber que a leitura é fluida. Não li muitos romances policiais, mas este aqui acabou de entrar para a minha lista em função do que você descreveu dele. Achei a capa bem instigante!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Gio
    Eu também gosto bastante do gênero, mas confesso que não conhecia esse livro. Adorei a dica.Eu gosto quando os personagens secundário são bem trabalhos, uma pena que isso não aconteceu aqui.
    Apesar de algumas ressalvas suas, gostaria de ler o livro um dia.
    Ótima dica.

    ResponderExcluir
  6. Oi!!

    Embora tenha tempo que não leio romance policial eu adoro esse estilo, nunca li nada dessa autora e confesso que mesmo sendo um gênero que gosto não me senti entusiasmada. Mesmo a leitura sendo fluída e lhe cativando, e em relação a falta de tempo também sou prova viva disso. Dá até tristeza né?

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oiii!!

    Eu particularmente não curto esse estilo de livro, gosto mais dos romances e comédias.
    Mas achei sua resenha muito boa! Bem escrita e me deixou bem curiosa com a obra.
    Amo finais com essa pegada surpreendente.
    Dica anotadinha!!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Oiee ^^
    Poxa, é uma pena que os personagens secundários não tenham sido bem explorados :/ Eu ainda não conhecia esse livro, mas não é bem o tipo de leitura que eu gosto e costumo fazer, então acho que não leria o livro, pois ele não me chamou muito a atenção *-* Mas fico feliz que você tenha gostado da história :)
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  9. Li o livro que foi cedido pela autora e nossa, fiquei muito feliz de ter encontrado essa parceria, já que amei o livro!
    Ainda não postei a resenha lá no blog, mas fiquei chocada com o final!
    Esses livros de mistério sempre conseguem me enganar e concordo com você, a escrita dela é bem fluída!
    Ótima resenha!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  10. Oi Giovana!! Fiquei muuuuuito feliz com a sua resenha! Muito obrigada!
    Eu também queria ter escrito um pouquinho mais sobre os personagens secundários, mas na versão em que eles tem mais destaque o livro ficou com 750 páginas (risos). Quem sabe eu não libero esses capítulos excluídos online?
    Muuuuuuuito obrigada pelo carinho!

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Eu adorei realmente a premissa desse livro. Adorei a capa, o título, a sinopse e tudo. Romances policiais são demais! Gosto de narrativas que fluem e autora me pareceu saber bem o que estava fazendo. Fiquei bem instigada a ler. <3

    ResponderExcluir
  12. Oi
    Não conhecia o livro, mas achei a premissa bastante interessante.
    Amo policiais e quando vi que você mencionou a escrita rápida e fluida e muitos personagens, fiquei mais interessada
    Anotei a dica para ler em uma outra oportunidade
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  13. Oi!
    Achei muito bacana saber que a autora conseguiu criar um livro policial com muitos personagens e não deixar o leitor perdido ou cansado em sua narrativa.
    Geralmente tenho muita dificuldade no gênero, mas como você disse que a leitura é muito fluida fiquei morrendo de vontade de ler essa obra ;)

    ResponderExcluir
  14. Helloo, Gi! Tudo numa nice?!
    Eu estava numa ressaca também porque estava lendo uma série de livros de fantasia muito boa e quando acabei o último volume que tinha em mãos não conseguia acreditar.
    Eu gosto de suspense policial, mas nem tanto. Eu fico no geral super nervosa e às vezes, dependendo do suspense, eu sonho com a estória, possibilidades para o livro, sabe?! Mas às vezes eu me arrisco no gênero. Gostei que não colocou demais sobre a estória na resenha assim não perde a graça de todas as coisas que poderíamos descobrir. Eu gosto de ler às cegas para poder me impressionar, sabe?! Às vezes até deixo de ler sinopse. Enfim, esse livro é bem grossinho mesmo pela quantidade de páginas e parece ser interessante.
    Ótima resenha.
    Beijin...

    ResponderExcluir
  15. Oi Gi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro e nem a autora, mas me pareceu uma proposta bem interessante.

    Sua resenha ficou muito boa. Clara, objetiva e que trouxe tudo o que foi necessário para fazer eu querer ler o livro.

    Eu não costumo muito ler esse gênero literário, embora tenha vários livros desse tipo na minha estante. Todos do Harlan Coben, porque esse homem é um gênio absoluto, vamos combinar. Hahaha

    Bem, muito obrigada pela dica, eu realmente gostei bastante. Achei a trama muito envolvente. E achei uma bela injustiça culparem o rapazinho pelos erros do pai dele, que pelo o que eu percebi, pode ser que nem tenha sido ele mesmo o assassino,né?!

    Ja estou eu aqui fazendo especulações. AiAi kkkk

    Parabéns pelo trabalho.
    Abraço
    Ingrid Cristina
    plataformatresquartos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi Giovana, tudo bem?
    Pedi para solicitar o livro esse mês então já pretendia realizar a leitura dele, mas a sua resenha acabou esclarecendo algumas coisas e isso foi ótimo, já vou lê-lo bem curiosa e preparada. Deve ser difícil para David ser apontado como culpado o tempo todo pelo o que seu pai fez e estou intrigada em saber como ele vai lidar com o preconceito quando volta à cidade. Adorei a sua resenha!

    Beijos! ♥

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?
    Eu confesso que não costumo ler muito esse gênero, mas fiquei animada com esse livro, fiquei curiosa para saber como se desenvolverá o relacionamento dos dois personagens e para conhecer mais sobre eles. Como não é um gênero que leio com frequência, não sei se comigo funcionaria tão bem e a leitura fluiria como foi pra ti, mas eu fiquei realmente bem animada.

    Beijos :*

    ResponderExcluir
  18. Oi *--*

    Já tinha visto algumas resenhas sobre esse livro e devo dizer que fico pra morrer de dó do personagem pelo que o pai fez. Não costumo ler livos nesse gênero mas confesso que esse me chama muita atenção por conta desse mistério. Quem sabe logo leia.

    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Oi, flor.

    Eu gosto bastante de romance policial e pela premissa do livro tenho certeza que vou gostar. Eu amo tramas que não são cansativas e com a leitura fluida. Lendo sua resenha, tenho certeza que esse livro é certo pra mim. Amei sua resenha e espero ler o livro em breve.

    Beijos,
    www.anebee.com.br

    ResponderExcluir
  20. Estava achando estranho o livro até que vi que é da Chiado. POr isso que não reconheci até porque gosto de romance policial e olha que é bastante coisa para ler hein. Ainda bem que tem um pouco de romance e um pouco de mistério que é bom, faz tempo que não leio algo assim. Foi uma boa dica já que às vezes também preciso mudar meu gênero.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  21. Oi Giovana, sabe que romance policial também é meu gênero favorito? e esse livro acaba de entrar para a minha lista! adorei ver que você curtiu muito ele e que recomenda, vou seguir sua dica e tentar ler o quanto antes!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir