Resenha: Amor Fatal



Emma faria de tudo para ser normal. Ela tem uma espécie de dom, mais não é um dom comum, é um dom maligno, ela prevê como vai ser a morte das pessoas. Emma ao longo da vida, tenta descobrir o porque, mas não conseguia obter nenhuma resposta. Após a morte de seu pai, Emma, sua mãe seu irmão foram obrigados a sair da cidade por problemas financeiros. Quando ela chegou na nova cidade conheceu Tony no primeiro dia de aula, um garoto inteligente, divertido, que se apaixonou descontroladamente. Desde que ela se mudou não teve mais "premonições" - como ela chama esse dom. Mas essa felicidade e essa paixão por Tony está prestes a acabar quando Emma tem a premonição dele. Agora ela tem 7 dias para encontrar um jeito de Tony não morrer. Em meio a tantas revelações, Emma terá que enfrentar o seu maior medo: A MORTE!




Eu já tive contato com a escrita do Gabriel por causa do seu outro livro "O Filho do Drácula"  e também pelos primeiros capítulos de "Amor Fatal" que recebi para o primeiras impressões, mas mesmo assim me surpreendi com a historia que encontrei no livro.

O livro é narrado pela Emma, que seria uma garota normal se ela não conseguisse prever a morte das pessoas. A primeira morte que ela viu, foi de uma amiga da sua mãe quando ela era pequena, e ela morreu sete dias depois, do mesmo jeito que em sua visão. A sua premonição mais recente foi a morte de seu pai, que também acabou morrendo, e por isso ela juntamente de sua mãe e irmão acabam de mudando para outra cidade. Agora ela está sozinha em um cidade desconhecida, e a única pessoa que sabe do seu dom é a sua melhor amiga, que está na sua antiga cidade. Mas logo no primeiro dia ela acaba fazendo uma amiga, e também se interessa por uma garoto que também é novo, mas quando eles começam a se envolver, ela acaba vendo a morte dele e agora eles tem sete dias para impedir que isso aconteça.

"Eu vivi desde meu primeiro dia de vida em volta de vários segredos. Segredos que nunca estaria preparada para ouvir"

A Emma apesar de ter pouca idade já carrega um fardo imenso nas costas, podemos perceber que ela é madura para a sua faixa etária e que se importa muito com a sua família. As visões dão medo nela, ela se sente culpada pelas mortes que acontecem e ela ainda não sabe de onde vem esse dom e porque ela o tem. Mas quando ela vê a morte do Tony, as respostas começam a vir, mesmo que não seja aquelas que ela quer.

Tony é o garoto que a Emma gosta, eu não sei qual é a sensação de saber que vai morrer, então não imagino o que ele sentiu, mas eu iria ficar uma pilha. Podemos ver que ele é um garoto carinhoso, atencioso e romântico, que faz de tudo para a Emma se sentir bem.

Ivy é a primeira amiga que a nossa protagonista faz na cidade, ela é alegre, divertida e da a maior força para que o casal dê certo e fiquem juntos.

A mãe da Emma e o seu irmão não aparecem tanto, mas nas cenas em que os vemos, podemos perceber que ambos gostam muito da Emma.

                                                              "A morte está sempre do meu lado"

A leitura do livro foi bem fluida, as páginas são amarelas e as letras grande e isso facilitou muito a leitura. A historia é bem original, eu nunca tinha lido nada parecido antes, porém acredito que os personagens poderiam ter sido mais desenvolvidos, e também a relação da Emma com eles. Eu quase não vi a antiga amiga da Emma, eu senti falta de uma conexão ali, e também a relação de amizade com a Ivy. Eu não tenho do que reclamar do desenvolvimento do romance ou da parte sobrenatural, acredito que o autor soube encaixar as coisas perfeitamente nessa parte.

Eu gostei muito dessa nova edição do livro, a capa e a contra capa estão muito bonitos, a fonte do titulo combinou com a foto e deixou tudo bem harmonioso. E a diagramação está impecável, em todas as páginas temos uns desenhos nas bordas, no inicio de cada capitulo a cor da folha é cinza claro e no fim temos uma frase de um pensador famoso.

 Eu estou bem surpresa com o Gabriel, ele tem apenas 14 anos e já escreveu diversos livros, sendo que três já são publicados no formato físico. Eu tenho 16 e ainda não sei o que quero a vida ou que sabor de sorvete eu quero rsrs, então ele está de parabéns por esse livro.


Editora: Independente
Páginas: 265
Autor: Gabriel Sidney

Livro no Skoob

Onde comprar: Amazon - E book  Sanfer Livros

22 comentários:

  1. Oi Giovana,
    Nossa, só pela sinopse já me senti atraída pela história. Deve mesmo ser bem complicado prever a morte das pessoas, ainda mais daquelas que são especiais em nossas vidas. Fiquei ainda mais surpresa pelo autor ser tão novo. Desejo muito sucesso em sua trajetória.
    beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. Ola Gio eu amei essa premissa menina estou com muita curiosidade para saber o desfecho dessa história, e que dom estranho e cruel ao mesmo tempo esse dela, espero que consiga reverter a situação de seu amado. Dica mais que anotada para leitura. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  3. UAAU...
    Gabriel tem 14 aninhos?? Gente, que premissa densa...
    Já admiro e acho esse garoto precoce rsrs Fiquei curiosa para saber o que vai acontecer, não consigo imaginar como ou se ela vai conseguir evitar que essa premonição se concretize. Nossa... sério mesmo ainda estou surpresa com a precocidade do autor que apesar de tão jovem montou um enredo instigante.

    Abçs
    Sou bibliófila

    ResponderExcluir
  4. Nhé, eu não curti muito a capa, não :/
    Mas a premissa da história é muito interessante! Fiquei bem curiosa. Não conheço nada do autor e concordo com você que escrever 3 livros quando se tem somente 14 anos é uma conquista bem grande. E olha, você tem 16, agora imagina ter 16 e ainda não saber o que quer da vida e que sabor de sorvete tomar?! hahahhaha

    beijos
    Um Metro e Meio de Livros

    ResponderExcluir
  5. Amiga pelo que eu li de sua resenha eu sinceramente adorei a proposta da estória e fiquei meia assim surpresa com os acontecimentos sobre a premonição da personagem, ainda mais depois que ela vê do garoto que gosta. Deve ser uma estória muito boa, porque é livros assim que nos prende né? Espero poder ter a oportunidade de fazer a leitura assim que der. Adorei. Será que tem ebook dele? Se tiver me avisa, porque vou ver se compro pra mim ler xD

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/03/resenha-enquanto-bela-dormia.html

    ResponderExcluir
  6. Oi, Giovana! Tudo bem?
    Confesso que o título não me agradou muito, e como eu geralmente não gosto de histórias de romance, provavelmente não leria este livro. Mesmo assim, essa questão de premonição da morte é algo muito interessante. Eu acho que leria o livro se o foco da narrativa fosse mais a parte sobrenatural do que o romance, mas pelo que você disse, fiquei com a impressão de que não é assim. E estou CHOCADA com a idade do autor! É incrível quando pessoas tão jovens já demonstram tanto talento em uma área. Desejo sucesso a ele! Beijos! ^-^

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Nossa, que premissa incrível!!! Já quero, haha! Deve ser bem louco saber quando as pessoas ao seu redor irão morrer, ficar naquele dilema de "conto ou não conto?", eu ficaria! Não gostei da capa, mas perto dessa premissa, quem liga né? O Gabriel tem 14 anos? Nossa.... e eu tenho 18 anos e não sei o que fazer da minha vida! Muito sucesso pra ele!

    Virando Amor

    ResponderExcluir
  9. Oi
    A premissa do livro é incrível e fiquei imaginando esse desfecho misterioso! Feliz em saber que a história foi bem desenvolvida.
    Gostei muito da sua resenha e fique impressionada em ver a idade do autor. Tem futuro esse garoto.
    Adorei a dica.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  10. Só tenho lido elogios para com o livro e minha curiosidade está aumentado a cada nova resenha que leio. Já pela capa, eu leria o livro, sem nem saber nada da trama, mas percebi que o conteúdo vale a pena também. Fiquei realmente surpreendida pela idade do autor e quero conferir o mais rápido possível!!!
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá Giovana,
    Esse livro chamou muito minha atenção.
    O fato de a protagonista 'prever' mortes me deixa bem curiosa, pois ainda não li nada assim, que me lembre.
    A trama parece bem construída e os personagens também, ainda mais se colocarmos em pauta a idade do autor :o
    Nessa idade eu ficava só vendo TV rs.
    Adorei sua resenha e espero ler em breve.
    Beijos,
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi, achei a premissa do livro incrivel, e com certeza leria. Meu Deus o menino só tem 14 anos?????
    Que gênio da literatura, já quero ler esse e os outros livros dele. O livro parece ser instigante e angustiante, já que a mocinha tem que correr contra o tempo para salvar quem ama.
    bjus
    http://recantoliterarioeversos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oie!
    Nossa, o escritor é bem novinho, mas se continuar assim, terá futuro no ramo, trazendo ótimos livros para o Brasil. Deve ser perturbador saber quando e como as pessoas irão morrer , deve ser de arrancar os cabelos. Gostei dessa premissa.
    Bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  14. Quero esse livro, me dá? (rs) Adorei descobrir esse romance sobrenatural com um toque infantojuvenil. Eu achei muito interessante o dom da personagem. Uau. Imagino como me sentiria se pudesse prever a morte das pessoas sem conseguir evitá-las. Fiquei realmente intrigada. Como será o desfecho? Estou curiosa!

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oiee Giovana ^^
    Como nunca li uma história parecida com essa, estou bastante curiosa para ler o livro e ver como a Emma lida com seu dom, e se ela conseguirá impedir ou não a morte do rapaz. Mas, ao mesmo tempo, estou um pouco receosa com o fato de que os secundários não foram bem explorados, isso normalmente me incomoda bastante numa história. Mas eu estou mesmo muito curiosa, então vou arriscar...hehe'
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Nossa, coitada da Emma eu não gostaria de ter um dom desses. Deve ser um fardo é tanto saber que as pessoas estão para morrer. Ainda mais quando são aqueles que amamos. Achei o enredo bem bacana e fiquei curiosa com o livro.
    Bj
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  17. Olá!

    A estória me pareceu muito interessante e imagino o quanto Emma deve sofrer por saber que as pessoas que conhece e as vezes ate ama estão prestes a morrer. Ela provavelmente é cheia de traumas já que via estas mortes desde criança. Espero que ela tenha conseguido impedir a morte do namorado. Fiquei boba com o fato do autor ter apenas 14 anos, muito novinho e já cheio de talento, esta de parabéns!


    Beijinhos!
    Cantinho Cult

    ResponderExcluir
  18. Olá

    A premissa parece bem promissora, adoro estórias que fluem facilmente como essa. Caramba 14 anos e ja com tantos livros???? Eu tenho 23 e só estou no planejamento de escrever hahahha Ótima resenha, adorei suas impressões, elas são claras e objetivas.


    Bjos
    http://rillismo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Olá! :)

    Que história!! :) Ainda bem que a leitura foi fluida! Também não gosto muito quando as personagens não estão muito bem desenvolvidas ou quando a ligação delas com a protagonista não são muito bem desenvolvidas... :(

    Bem!! 14 anos??!?!??!?!? Caramba, e eu a escrever alguns textos e parando a meio... (tenho 15) Ele já publicou vários livros!!! :) Também queria esse talento!

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  20. Oi!
    Eu ainda não conhecia o autor ou esse livro, mas fiquei curiosa sobre esse romance com um toque sobrenatural, já que é um gênero que gosto muito! É uma pena que os personagens e as relações entre eles não sejam tão bem desenvolvidos, mas acredito que isso seja por causa da idade do autor, ele com certeza tem muito a amadurecer e se já cria histórias como essa será um grande escritor!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Olá!
    Ainda não sabia da existência do autor e nem deste livro, não é algo que leria tão cedo já que nunca fui um apreciador do gênero, mas como tudo tem sua primeira vez, quem sabe num futuro próximo.

    Frases, Trechos e Pensamentos

    ResponderExcluir
  22. Oi! Já li algumas resenhas desta obra, mas não me cativou muito. A história parece ser interessante, porém fiquei no meio do caminho. Vou deixar passar, mas já está anotado. Quem sabe um dia...

    Abraços!

    ResponderExcluir