Resenha: Os Imortais de Meluha

Olá pessoal, tudo bem?
Hoje eu venho aqui trazer a resenha de um livro que me fez mergulhar em uma vasta historia.


Os Imortais de Meluha, primeiro volume da Trilogia SHIVA, é mais um lançamento da nVersos Editora e marca o início da história de Shiva, um homem que viveu cerca de 4.000 anos atrás, cujas aventuras eram tão grandiosas que as pessoas começaram a pensar nele como um Deus. A terra de Meluha, criada por um dos maiores monarcas, Lorde Rama, é um império cercado de perigos e ameaças, como a extinção do rio Saraswati reverenciado pelo povo, e que agora está lentamente secando. Eles também enfrentam ataques terroristas devastadores vindos do leste, a terra dos Chandravanshis. Para complicar ainda mais as coisas, estes parecem ter se aliado aos Nagas, uma linhagem de verdadeiros guerreiros que vivem à parte da sociedade em razão de suas deformidades físicas. A única esperança para os Suryavanshis é uma antiga lenda: Quando o mal atinge proporções épicas, quando tudo parece perdido, quando parece que os teus inimigos triunfaram, um herói vai emergir. Shiva é um rústico imigrante tibetano ou realmente esse herói? E afinal, ele quer ser esse herói? Desenhado de repente ao seu destino, por dever, bem como pelo amor, vai Shiva levar a vingança Suryavanshi e destruir o mal? Este é o primeiro volume da trilogia sobre Shiva, o homem simples cujo carma o transformou em o Deus dos Deuses.

Eu devo admitir que as minhas expectativas em relação ao livro eram baixas, pois a primeira vista a sinopse do livro não me agradou muito, porém depois de ter a oportunidade de ler algumas resenhas, mudei de ideia em relação ao livro e resolvi lhe dar uma chance, e eu nunca vi nada igual ao Os Imortais de Meluha.

O livro é narrado em terceira pessoa, nos dando a oportunidade de conhecer os pensamentos de vários personagens que são essenciais (ou não) na historia. 

O livro tem inicio no ano de 1900 a.c no lago Mansarovar, local onde o personagem principal, Shiva, vive com a sua tribo. Percebemos que a área que eles vivem é meio perigosa, pois uma outra tribo vive os desafiando por causa do território. Porém Nandi, um estrangeiro, chega com uma proposta, ele chama Shiva e o restante para irem com ele para a sua terra natal, local onde todos vivem em harmonia e prosperam juntos. Ele no inicio fica meio receoso, mas após um ataque da tribo inimiga ele resolve seguir com Nandi e se encanta com Meluha. A cidade é espetacular, as casas são iguais e todos vivem pacificamente. Em sua primeira noite na cidade, ele e sua tribo são mantidos em quarentena para que fosse assegurado que eles não tivesse nenhuma doença, porém após beberem um estranho liquido eles se sentem mal e logo depois Shiva percebe que a sua garganta ficou azul. E pouco tempo depois descobre que tem uma profecia a respeito dele, e nela o Neelkanth o destruiria o mal e os libertaria. Agora Shiva terá que se adaptar a essa nova cultura e com a ideia de que é o salvador tão aguardado. 

Durante a leitura do livro eu absorvia novas informação, eu nunca tinha tido contato com a cultura indiana além da novela Caminho das Índias, eu sempre fui fascinada por essa cultura, mas infelizmente nunca tive a oportunidade de me aprofundar. No livro absorvemos todo o tipo de informação, eu sabia que muita coisa não condizia com a verdade, mas depois de uma pesquisa tudo foi se encaixando. 

No livro podemos perceber um questionamento muito grande da parte do Shiva a respeito da sociedade em Meluha, lá existe uma cidade em que só as mulheres gravidas podem entrar as crianças assim que nascem são entregadas ao governo para poderem receber o mesmo tipo de educação, e de forma alguma tem contato com os pais, e assim que chegam aos 15 anos passam por exames que determinarão a qual casta elas pertencem, e acabam sendo adotadas por uma família da sua própria casta. O conceito do carma também é muito forte na historia, a população acredita que se você fez algo de mal em sua vida passada a consequência ira vir nessa vida, e se algo de ruim acontece com a pessoa (a mulher ter um filho morto, um rapaz ficar cego, etc) você será alguém de carma ruim, sendo assim um vikarma, e eles não podem ser tocados por ninguém além de sua família e não podem se casar pois são considerados impuros. No decorrer do livro o Shiva faz vários questionamentos a respeito da cultura, ela não acha certo uma pessoa ser tratada dessa forma por algo que aconteceu (ou não) em outra vida. E para complicar mais as coisas ele acaba se aproximando de uma vikarma, que mais tarde descobrimos que ela é a filha do imperador, e não existe uma mulher mais devota as regras do que ela, mas Shiva é persistente e ira lutar pela sua felicidade, mas será que ele vai conseguir? 

A leitura no inicio é meio complicada, eu não estava acostumada com a escrita do autor e acredito que os nomes incomuns atrasaram um pouco a leitura, mas no decorrer do livro eu me acostumei com a leitura e ela fluiu muito bem. Os personagens me cativaram pelas suas personalidades, cada um tem a sua opinião e assim temos uma riqueza de opiniões, tenho certeza que quem ler ira se identificar com alguma.

A diagramação está linda! As letras são grandes e espaçosas fazendo fluir ainda mais rápido a leitura. E a capa é fantástica! Alias, todas as capas da série são. Mal posso esperar para a ter completa na minha estante.   


" A garganta azul gera fé cega e, como resultado, suas decisões terão ramificações por toda esta terra. Lembre-se: é a historia quem decide se um homem é uma lenda ou não, e não os videntes"


"- Então por que os meluhanos não recorrem a ciência para resolver seus problemas?

- Não tenho certeza- responde Brahaspati pensativo - Talvez seja porque a ciência é um mestre capaz, porém sem alma. Diferentemente de um Neelkanth, ela não resolve os nossos problemas por nós, apenas nos fornece as ferramentas para lutarmos as nossas próprias batalhas. Talvez seja mais fácil para as pessoas acreditarem que alguém de fora vai aparecer e resolver os problemas por elas." 



Editora: NVersos
Autor: Amish
Páginas: 391
Nota: 4/5

Livro no Skoob

Onde comprar: NVersos  Casas Bahia  Saraiva  Submarino

Facebook: NVersos  Amish



Espero que tenham gostado.
Um grande abraço e até a próxima.

14 comentários:

  1. Olá!
    Eu gosto de livros fantásticos, logo fiquei muito interessada nessa obra. A sua resenha só me deixou muito mais curiosa para ler e espero comprá-la em breve.

    http://loucurasaovento.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Amiga eu não conhecia esse livro ainda, mas achei a trama muito interessante.
    Eu gosto de livros que contém alguma fantasia, mas por agora eu não estou lendo esse gênero. Estou focada mais nos romances. Mas mesmo assim vou anotar a dica e colocar nos meus desejados. Achei que você desenvolveu muito bem sua resenha. Eu adorei a capa do livro também. É muito linda =D

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/07/resenha-o-album.html

    ResponderExcluir
  3. Oie! Confesso que não é o tipo de trana que gosto de ler, bjs!

    ResponderExcluir
  4. Oiee ^^
    Por mais que não goste muito de livros que se passam em épocas muuuito antigas, com tribos e coisas do tipo, daria uma chance ao livro. A sinopse também não me conquistou, mas assim como você, andei encontrando algumas resenhas muito positivas sobre ele, e a curiosidade está à mil.
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Giovana, eu nunca tinha ouvido falar desse livro ainda, mas confesso que não é o tipo de leitura que eu procuro, então acho que no momento eu não leria ele. Mas parabéns pela sua resenha que está incrível!

    Beijos

    http://www.oteoremadaleitura.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá... Giovana, tudo bem??
    Eu achei o enredo desse livro simplesmente maravilhoso... adorei a abordagem do carma e o que acontece com as pessoas a respeito disso... curti bastante a premissa do livro e por ele fugir de minha zona de conforto, seria um desafio muito bom para eu ler... xero!

    ResponderExcluir
  7. Estou louça para ler esse livro! Parece ser muito bom!
    Bjs, www.resenhasteen.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Essa trilogia é toda perfeita, menina! amei a leitura e estou sedenta pelo último livro, adorei a apresentação do autor da cultura, história, medicina e fé do povo indiano, enfim, é um livro que super recomendo :D

    ResponderExcluir
  9. Oii!
    Eu já tinha ovido falar no livro anteriormente e achei a proposta dele bastante interessante. Ainda não tive oportunidade de fazer a leitura, mas assim que puder, a farei. É estranho quando estamos sendo inseridos no universo fantástico, tantos nomes e coisas diferentes, mas acredito que logo nos acostumamos com tudo e a leitura flui bem, a não ser, é claro, que não gostemos do livro.


    Beijos!
    www.palavrasradioativas.com

    ResponderExcluir
  10. Waaaaa, a cada resenha que leio, desejo me lançar nessa aventura! Até já comprei o livro – ganhei um vale-presente maravilhoso no dia dos namorados, e não hesitei em investir nessa leitura. Infelizmente, no entanto, acabei por não ter tempo para lê-lo. Espero fazê-lo em breve, porque – pela sua resenha – acho que vou me encantar demais com a história!!! Aliás, menina, incrível saber que você nem tinha altas expectativas e foi apanhada de surpresa pela qualidade do livro (rs). Adoro quando isso acontece.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Oi, tudo bem?

    Realmente o livro parece ser muito bom, e sobre a cultura indiana eu nunca pesquisei nada, mas acho que começar por um livro desses seria uma boa.

    abs.

    http://perdidoemlivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Gio,
    Já vi algumas resenhas desse livro e até já coloquei na minha lista de leituras.
    Amo Índia e tudo que tem a ver com ela. Se quiser conhecer um pouco mais sugiro que procure alguns filmes indianos para ver, eu aprendi muito com os filmes principalmente quando assistimos os filmes mais recentes e comparamos com os antigos.

    Coração Leitor

    ResponderExcluir
  13. Olá, boa noite!

    Estou doida para ler os livros dessa série e sua resenha só me deixou com mais vontade ainda! E, já vou me preparar para os nomes esquisitos. XD Obrigada pela indicação e parabéns pela resenha!

    Beijo!
    Ana.

    ResponderExcluir
  14. Olá Gio!
    Eu tenho visto esse livro em alguns blogues e adorei a temática.
    Gosto de livros que falam de deuses e fiquem encantada com o enredo dele. Assim que puder vou ler.
    Beijinhos!
    http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir