Resenha: Aprendendo em Seis

Olá pessoal, tudo bem?
Hoje eu trago a resenha do livro Aprendendo em Seis da autora Marcela Campbell.


Aprendendo em seis conta a história de seis jovens da hierarquia carioca que ficam na detenção por exatas seis semanas em um dos melhores colégios da cidade do Rio.
Abordando assuntos comuns nessa fase da vida pessoal e escolar, a narrativa passeia por temas já conhecidos, como o bullying, mas prezando os sentimentos daqueles que o sofrem. Também fala sobre o culto ao físico, a compulsão alimentar, a competitividade, a dificuldade de ser aceito pela sociedade e por si mesmo.Além disso, levanta questões acerca de preconceitos, rótulos, problemas familiares, automutilação e suicídio.
Apesar de todos terem suas próprias histórias, os seis encontram na detenção uma maneira de atravessar todas essas dificuldades. Ali podem ser eles mesmos, sem máscaras nem mentiras, e entendem que, juntos, podem enfrentar o mundo.


O livro nos conta a historia de seis jovem de um colégio muito prestigiado do Rio de Janeiro. Nesse colégio logo podemos perceber que a imagem é tudo, pela imagem que você apresenta seu lugar na escola vai ser definido, ou seja, se você é estudioso e certinho vai ficar com o grupo dos nerds e somente com esse grupo. Já se você é loira e bonita, provavelmente vai para o grupo das populares. Se gosta de esportes e competição então ira fazer parte dos atletas. E se por acaso não tiver nenhum dessas qualidades você provavelmente vai ficar no grupo dos excluídos.

Seis jovens, seis historias entrelaçadas, seis diferentes esterótipos, seis oportunidades de serem felizes sendo eles mesmos. Embarque comigo nessa historia e veja como esses seis jovens irão enfrentar seus medos e fazer novos amigos. 

Eu vou confessar que a primeira coisa que fiz quando recebi o livro foi ficar admirando a capa, ela tem algo que me cativou. No decorrer do livro pude associar cada foto a um personagem e descobrir um pouco mais sobre a historia deles. Todos eles são cativantes. 

Sadie é uma menina que já sofreu muito na vida, ela está ainda pior porque sua amiga tentou cometer suicídio, e isso abalou ela de uma maneira inexplicável. Ela começou a se cortar para ver se isso a faria melhorar, mas o que ela conseguiu foi somente um monte de cicatrizes nas pernas. Agora, ela foi obrigada a mudar de escola, e com o seu histórico apagado ela vai tentar seguir em frente, mesmo sem saber se é isso realmente o que ela quer. Ela não consegue esquecer de Nina, sua amiga que está pressa em uma cama no hospital só vivendo por causa dos aparelhos. Ela está fragilizada e vai precisar de ajuda para superar tudo o que vem pela frente. 

Noah é o esportista da nossa turma. Ele vem de uma família onde ser o primeiro é o mais importante, se ele não ficar em primeiro na competição de natação os pais dele vão dizer coisas horríveis e coloca-lo de castigo ou simplesmente deixa-lo de castigo e ignora-lo. Ele sofre constante pressão, seja dos pais, do treinador, dos professores e até dos colegas. Ele as vezes se cansa e procurar extravasar essa tensão nas lutas de rua ou no primeiro objeto que aparece. 

Isabela ou Bela faz parte do grupo de populares. Ela é considerada por quase todos a puta da escola, o que não é para menos, essa é a impressão que ela quer passar. Apesar de tudo o que ela apresentar ser, ela é uma boa pessoa, ela é bonita por dentro e por fora. Ela é assim por causa de sua mãe, que quer a todo custo empurrar ela para o Pedro que é o garoto que compete com Noah, e fica falando para ela fazer dietas e se exercitar, ela não está bem consigo mesmo, ela acredita que as pessoas só vão gostar dela se ela estiver maquiada e fazer o teatrinho dela.

Lucas é o nerd. Ele vive sob a constante pressão dos pais para ele tirar notas perfeitas, eles não aceitam nada menos que o máximo. Eles vivem comparando Lucas com o irmão, dizem o quanto ele é estudioso, inteligente e o quanto é prestativo. Ele praticamente criou uma identidade a partir da do irmão, mas apesar de aparentar ser um nerd que só pensa em estudar, ele é uma pessoa maravilhosa, muito engraçado e que em segredo é apaixonado por Isabela.

Lílian é um amor de pessoa, ela está sempre sorrindo para todos, mas não é aquele sorriso espontâneo, quem prestar muita atenção vai ver que aquele sorriso não passa de uma farsa. A vida da pobre Lili é uma caos, os pais estão em processo de divorcio e estão brigando sem parar, coisas são jogas pela casa, se espatifam, gritos são ouvidos, eles entrarem em mundo somente deles, enquanto os outros sofrem pressão dos pais, ela é completamente ignorada. E se não fosse por ela os pais estariam morando em um lixão e já teriam morrido de fome, eles quase nunca lembram que ela existe e que está lá ouvindo e presenciando tudo o que eles fazem. E não fazem ideia que ao brigarem estão atingindo mais a Lilian do que qualquer outra pessoa. 

Arthur é um garoto muito reservado, na escola ele quase não fala e fica desenhado quase sempre em seu caderno. Ele mora com a sua avó. Sua mãe de vez em quando tem um surtos e é constantemente internada. Mas ele recebe todo o amor e dedicação de sua avó, ela nunca deixou faltar nada para ele, principalmente amor. Ele não é do tipo que se abre, mas quando isso acontece podemos perceber que ele é uma pessoa maravilhosa, ele é gentil, bondoso e dedicado. Ele é um ótimo amigo. 


Esses jovens são de mundos diferentes, mas por causa de uma detenção eles vão se encontrar e vão ser obrigados a conviver entre si, seja de maneira amigável ou não. 

Eu vou admitir que estava super ansiosa para ler o livro, eu adoro historias de superação entre jovens, o modo como eles enfrentam o que vem pela frente, as lições que eles tiram e os amigos que fazem, tudo se conecta de uma forma maravilhosa. A Marcela tem uma escrita super fluida e a leitura do livro foi maravilhosa. Eu preciso de mais um livro com essa galera, eu mal acabei de ler o livro e já estou com saudades. 

O livro trata de assuntos muito importantes como baixa auto-estima, compulsão, necessidade de ser aceito, mutilação, superação, amizade, força de vontade, entre muitos outros. Eu recomendo esse livro para todos, mas principalmente para os adolescentes, pois na maioria das vezes são eles que estão passando por situação parecidas, com esse livro eles podem entender que não estão sozinhos, e que a ajuda pode vir de onde menos esperamos.



"Voltei a ler meu livro. Eles eram minhas melhores companhias, me entendiam, me respeitavam, não invadiam meu espaço e ainda me ensinavam".

"Eu era apenas mais uma menina perdida na sociedade atual, era mais uma escrava da beleza".

"Cuidava-nos como ninguém nos cuidou. A gente precisa dessa amizade, a gente era especial demais para ser esquecido, para acabar".



Editora: Schaba
Autora: Marcela Campbell
Paginas: 417
Nota: 4/5


Espero que tenham gostado.
Um grande abraço e até a próxima. 

17 comentários:

  1. Gosto muito de livros cujas histórias são entrelaçadas. Vc já leu Sushi? E Drinques para Três? Se não, fica a dica!

    PS: pra celebrar um dos lançamentos cinematográficos mais esperados do ano, tá rolando sorteio do livro Cinquenta Tons de Cinza lá no blog! Pra participar é bem simples: basta ser seguidor! Corre lá!
    http://maisumapaginalivros.blogspot.com.br/2015/01/promocao-cinquenta-tons-de-cinza.html

    ResponderExcluir
  2. Oi Gi, gostei do enredo.

    A resenha me deixou curiosa para ler esse entrelace todo! A autora me parece ter tido muita sensibilidade e tato na escrita dessas personagens que possuem vidas tão esfaceladas!

    Valeu!

    Parabéns pelo blog!

    Um bjão

    http://glautambra.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oiee ^^
    Não conhecia esse livro, e a capa dele não me animou muito, mas a sua resenha me deixou curiosa para conhecer a história. Gosto de livros que abordam temas como esses...
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Great post dear♥
    Would you like to follow GFC+ each other?
    I'll follow back after it!
    www.similarose.blogspot.com-click here

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia o livro e confesso que a capa não agradou, mas a resenha sim, parece ser bem reflexivo.
    Livros de Cabeceira

    ResponderExcluir
  6. Vi a divulgação do livro e fiquei curiosa a respeito, a sinopse tinha me interessado. Lendo a resenha fiquei com vontade de saber o que acontece com esses jovens, me parece um livro legal. Quero ler ^^
    Beijos
    Obrigada pela dica literária.
    Viviane

    Razão e Resenhas

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Não me interessei pelo livro não fazer muito meu estilo, realmente não costumo ler livros desse tipo, mas parece ser uma boa pedida para quem se interessa.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi flor, tudo bem?
    Ainda não conhecia o livro, confesso que não me interessei pela história, não tenho o habito de ler livros desse gênero, mas muito boa sua resenha, bem escrita e você expõe sua opinião de forma objetiva. Parabéns!

    Beijocas da Deebs!

    ResponderExcluir
  9. Nossa bem legal o livro hein, ótima indicação para adolescentes e jovens adultos! bjos

    ResponderExcluir
  10. Oi, Não conhecia esse livro, bem não é meu tipo favorito de leitura.
    Mas adorei.

    Abraços :3
    Dudu
    http://portalnerdss.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oieee!!
    Não conhecia esse livro, mas me interessei. Adoro livros que abordam assunto sérios como esse. Também gosto quando os jovens têm algum problema sério e tem que superá-lo, encarar de frente e tirar algum aprendizado disso. Colocarei ele na minha listinha (ou ona) de leituras =)
    Confesso que ao contrário de você, a capa não me chamou muito atenção, mas a resenha me convenceu hahahah
    Beijos!
    www.garotaliber.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Giovana! Tudo bem?
    Nossa que resenha incrível!! Adorei cada detalhe dela.
    Bem eu não conhecia esse livro e fiquei maravilhada com o enredo,eu sou fã de livros que abordam esses temas da juventude e nos ensina uma bela lição. Aprendendo em seis me lembro muito um livro que li da NC: Garota de Vidro,ele também aborda temas assim: baixa auto-estima, compulsão, necessidade de ser aceito, mutilação e como superá-los e como uma amizade ajuda a passar por todos esse problemas da adolescência.
    Parabéns pela resenha e anotada a dica ;)
    Beijos Pão de Queijo!!!!
    www.vontadeler.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi,não conhecia esse livro não, mas curti muito a sua resenha,gosto de livros que me façam refletir e que me passem algo legal.

    Anotei,e espero conseguir lê-lo.
    bjs

    ResponderExcluir
  14. Oiee

    Não conhecia a obra e mesmo assim não fiquei com vontade de ler.
    A capa?? hum não me agradou nadinha

    Beijos
    www.amorliterario.com 

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Confesso que só me deu vontade de ler pela sua resenha...
    A capa não chama atenção e a premissa não me chamou atenção também, mas sua resenha me deixou curiosa.
    Gosto de livros com esse tema e quem sabe eu não dê uma chance...
    Beijos,
    http://www.thousandlivestolive.com/

    ResponderExcluir
  16. Oi Gi, tudo bem?

    Não conhecia o livro e nem a autora. O livro parece ser interessante. Me identifiquei com a parte de fazer dietas e se exercitar huahuahuahua. Mas acho que não é um livro que eu leria por agora

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  17. Não cnhecia o livro,mas ele realmente parece ser muito bom,gosto dessa temática de jovens na escola e todos aqueles estereótipos pré- definidos.A história parece ser boa e quero muito saber como esses 6 jovens tão diferentes vão interagir.E concordo com você,a capa atrai ,pelo menos foi o que aconteceu comigo.

    bjsss

    Apaixonadas por Livros

    ResponderExcluir